domingo, 28 de março de 2010

Fábrica Esperança lança marca Angatu


Uma linha de roupas femininas, produzida pelos egressos do Sistema Penal que trabalham na Fábrica Esperança (FE), foi lançada na última quinta-feira (25), no Polo Joalheiro / Espaço São José liberto. A marca Angatu - Liberdade de Escolha é resultado do trabalho do maior projeto de ressocialização de egressos do Norte do Brasil. Em tupi guarani, Angatu significa alma boa, bem estar, felicidade.



Na passarela, egressos e modelos profissionais mostraram a coleção, criada e produzida pelos colaboradores do setor de costura da FE, além dos uniformes profissionais que a fábrica já produz para alguns órgãos. O desfile foi organizado pelo produtor de moda Diogo Carneiro. As confecções estarão disponíveis para venda na loja da Fábrica Esperança, também chamada Angatu, que fica na rua 28 de Setembro, 320.



Fonte: Agência Pará

Fotos: Eunice Pinto / Ag Pa

segunda-feira, 15 de março de 2010

Café com Moda traz como tema a pesquisa na área

“Moda e Pesquisa: isso dá pano pra manga?” é o tema da 5ª edição do Café com Moda da Universidade da Amazônia (Unama), que ocorre no dia 29, segunda-feira, às 18 horas, no auditório B-100, no campus Alcindo Cacela. O evento terá como convidadas as bacharéis em moda Angélica Carneiro, Débora Rodrigues e Graziela Ribeiro.

De acordo com a professora e coordenadora da mesa, Rosyane Rodrigues, o objetivo é compartilhar o processo de produção da pesquisa, desde a escolha do tema até a criação de uma coleção.

segunda-feira, 1 de março de 2010

Flan de espinafre com ervilhas

Por Lorena Filgueiras

A receita foi tirada do fascículo/livro "Cozinha ao vapor" da coleção de A Grande Cozinha.
Você vai precisar (para 4 pessoas):
- 200 g. de espinafre cozido e picado (eu piquei o espinafre cru. Bem lavado, mas cru)
- 200 g. de ervilhas cozidas (usei as em lata)
- 4 ovos
- 80 g. de queijo parmesão ralado (usei o melhor e umas 100 g., por baixo. Sou queijeira assumida)
- 2 colheres de sopa de ervas aromáticas mistas (salsa, manjericão e manjerona) - (usei só o manjericão picadinho)
- 20 g. de manteiga
- 4 colheres das de sopa de farinha de rosca
- 200 ml de molho de tomate (usei o molho de tomate pelatti)
- Folhas de manjericão
- Sal a gosto
- Pimenta-do-reino a gosto

Modo de fazer:
Pique em pedaços pequenos o espinafre. Bata os ovos juntamente com uma pitada de sal, o repicado de ervas aromáticas e o parmesão. Acrescente o espinafre e as ervilhas até obter um composto firme e homogêneo (se a consistência estiver muito líquida, junte uma colher de sopa de farinha de rosca).
Unte com manteiga e enfarinhe com a farinha de rosca 4 forminhas de pudim (usei as forminhas de rosquinhas). Distribua nelas a mistura e leve ao forno em uma assadeira com um dedo de água quente e cozinhe em banho-maria, em forno preaquecido a 180 graus por 20 minutos (assamos a 280 graus, por 10 minutos e ficou beleza).
Esquente o molho de tomate numa panela pequena andiaderente (juntei um fio de azeite de oliva) e adicione algumas folhas de manjericão bem lavadas e secas.
Retire as forminhas do forno, deixe que amornem e desenforme os flans nos pratos. Despeje sobre cada porção umas colheradas de molho de tomate quente, decore com folhas de manjericão e sirva imediatamente.

OBS1: Deveria ter usado um molho de tomate mais consistente. E deveria ter temperado o molho de tomate também! Fiz uma experiência de ralar o queijo parmesão e jogar sobre o flan, com um fio de azeite para decorar o prato e ficou muito mais saboroso (tão mais saboroso que sequer fotografei. Nhac!)
OBS2: É público e notório - detesto ervilhas! Quando vi que levava ervilhas, torci o nariz, mas coloquei o uniforme e entrei em campo. Não é que ficou bom? Acho que o segredo foi manter o espinafre cru, porque o gosto sobressaiu ao da ervilha. Testem aí e me digam depois.
OBS3: Gente fina é outra coisa. O livro sugere um Merlot (uau!) para harmonizar com essa entrada. Já gostei.